Desigualdades de Gênero em Tempo de Trabalho Pago e Não-Pago no Brasil, 2013 (Gender Inequalities in Paid and Unpaid Work in Brazil, 2013)

24 Pages Posted: 11 Oct 2015

See all articles by Luana Pinheiro

Luana Pinheiro

Institute of Applied Economic Research (IPEA) - Social Studies

Marcelo Medeiros

IPEA - Institute for Applied Economic Research; UnB - University of Brasilia

Date Written: October 8, 2015

Abstract

Portuguese Abstract: Avalia-se a desigualdade de gênero no uso do tempo para trabalho no Brasil dividindo-se o tempo total de trabalho em trabalho pago (mercado) e não-pago (doméstico) a partir de dados da PNAD 2013. Concluise que há muita desigualdade dentro do grupo dos homens bem como dentro do grupo das mulheres. A maior parte da desigualdade dentro desses grupos está associada à polarização entre trabalhar ou não. Os trabalhos femininos, pago e não-pago, são os que mais contribuem para a desigualdade total na sociedade. O trabalho doméstico masculino não é frequente e por isso contribui pouco para a desigualdade. Os principais determinantes do diferencial de gênero na duração das jornadas de trabalho são a proporção de pessoas que fazem trabalho pago e a duração do trabalho não pago. A divisão sexual do trabalho não é caracterizada por um espelhamento de atividades e, por isso, as mulheres invariavelmente trabalham mais que os homens, mesmo quando as desigualdades dentro dos grupos são consideradas.

English Abstract: We examine gender inequalities in time use in Brazil by decomposing the total time employed in work in paid (market) and unpaid work (domestic). Data comes from the 2013 National Household Survey, PNAD. We found large inequalities within the subgroups of men and women. Most inequality within theses groups is related to the polarization between working or not. Female work, both paid and unpaid, is what contributes more to total inequality in society. The domestic work of men is not common and, as a consequence, contributes little to total inequality. The main determinants of the gender differential in working hours are the proportion of people who do some paid work and the duration of unpaid work. The sexual division of labor is not characterized by a mirroring of activities. Therefore, women invariably work more than men, even when within group inequalities are taken into account.

Note: Downloadable document is in Portuguese.

Keywords: Uso do tempo. Trabalho doméstico. Divisão sexual do trabalho, Time Use, Domestic Work, Sexual Division of Labor

JEL Classification: J22

Suggested Citation

Pinheiro, Luana and Medeiros, Marcelo, Desigualdades de Gênero em Tempo de Trabalho Pago e Não-Pago no Brasil, 2013 (Gender Inequalities in Paid and Unpaid Work in Brazil, 2013) (October 8, 2015). Available at SSRN: https://ssrn.com/abstract=2671490 or http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.2671490

Luana Pinheiro

Institute of Applied Economic Research (IPEA) - Social Studies ( email )

United States

Marcelo Medeiros (Contact Author)

IPEA - Institute for Applied Economic Research ( email )

SBS-01, Ed. BNDES
1610
Brasilia, DF 70076-900
Brazil

HOME PAGE: http://www.ipea.gov.br

UnB - University of Brasilia ( email )

Campus Universitário Darcy Ribeiro
Brasilia, Distrito Federal 70910-900
Brazil

HOME PAGE: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?metodo=apresentar&id=K4798836T3

Do you have a job opening that you would like to promote on SSRN?

Paper statistics

Downloads
24
Abstract Views
390
PlumX Metrics