A Proteção Multinível Dos Direitos Sociais: Verticalidade Gótica Ou Horizontalidade Renascentista? – Do Não Impacto Da Carta Social Europeia (Revista) Na Jurisprudência Constitucional Portuguesa (The Multilevel Protection of Social Rights: Gothic Verticality or Renaissance Horizontality? - The Non-impact of the Revised European Social Charter on the Portuguese Constitutional Jurisprudence)

Lex Social – Revista Jurídica de los Derechos Sociales, 7, 2017, pp. 88-123

36 Pages Posted: 25 Oct 2017

See all articles by Catarina Santos Botelho

Catarina Santos Botelho

Porto Faculty of Law, Universidade Católica Portuguesa

Date Written: 2017

Abstract

Portuguese Abstract: Uma análise de direito constitucional comparado revela diferenças não despiciendas no tratamento, quer quantitativo, quer qualitativo, que os Estados membros do Conselho da Europa conferem aos direitos sociais. Em Portugal, é incontornável a verificação de que a Carta Social Europeia Revista (CSER) não teve um impacto significativo na jurisprudência constitucional. Neste contexto, é legítimo perguntarmo-nos se a CSER não viverá um pouco na sombra da Convenção Europeia dos Direitos do Homem, ao jeito de um ‘patinho feio’ do Conselho da Europa? Na nossa perspetiva, a inexistência de um genuíno amparo internacional de direitos sociais contribui para o enfraquecimento normativo da CSER e para que a sua vinculatividade jurídica se afigure – ainda que inconscientemente – aos olhos dos intérpretes-aplicadores como meramente proclamatória.

English Abstract: A comparative constitutional law analysis reveals considerable differences in the treatment, either quantitative or qualitative, that the member states of the Council of Europe grant to social rights. In Portugal, it seems indisputable that the Revised European Social Charter (RESC) did not have a significant impact on constitutional jurisprudence. In this context it is legitimate to question to what extent does the RESC somehow live in the shadow of the European Convention on Human Rights, as the 'ugly duckling' of the Council of Europe. In our perspective, the absence of a genuine international complaint mechanism in the field of social rights contributes to the normative weakening of the RESC and to the perception that its effectiveness is reduced - albeit unconsciously - to being merely proclamatory.

Note: Downloadable document is available in Portuguese.

Keywords: proteção multinível; tutela dos direitos sociais; aplicabilidade direta; amparo internacional; Convenção Europeia dos Direitos do Homem; Carta Social Europeia Revista; Constituição portuguesa

Suggested Citation

Santos Botelho, Catarina, A Proteção Multinível Dos Direitos Sociais: Verticalidade Gótica Ou Horizontalidade Renascentista? – Do Não Impacto Da Carta Social Europeia (Revista) Na Jurisprudência Constitucional Portuguesa (The Multilevel Protection of Social Rights: Gothic Verticality or Renaissance Horizontality? - The Non-impact of the Revised European Social Charter on the Portuguese Constitutional Jurisprudence) (2017). Lex Social – Revista Jurídica de los Derechos Sociales, 7, 2017, pp. 88-123, Available at SSRN: https://ssrn.com/abstract=3058015

Catarina Santos Botelho (Contact Author)

Porto Faculty of Law, Universidade Católica Portuguesa ( email )

Rua Diogo Botelho, 1327
Porto, 4169-05
Portugal

HOME PAGE: http://catarinasantosbotelho.com

Here is the Coronavirus
related research on SSRN

Paper statistics

Downloads
34
Abstract Views
168
PlumX Metrics