A interseção entre renda, raça e desempenho acadêmico no acesso ao ensino superior brasileiro

32 Pages Posted: 26 Apr 2022 Last revised: 17 Sep 2022

See all articles by Flavio Carvalhaes

Flavio Carvalhaes

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Adriano S. Senkevics

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)

Carlos Costa Ribeiro

Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Date Written: March 23, 2022

Abstract

Portuguese Abstract: Apesar da expansão do ensino superior no Brasil, pesquisas recentes mostraram que há um padrão de desigualdade que persiste e prevalece. Até o momento, a maioria dos estudos descreveu o efeito das desigualdades socioeconômicas com pouca ou nenhuma atenção à interação entre o nível socioeconômico e o desempenho acadêmico dos estudantes. Pouco se tem atentado também para a cor/raça dos estudantes e sua combinação com origem social e desempenho. Buscando preencher essa lacuna, nossos objetivos são: (i) apresentar pela primeira vez para o Brasil os efeitos diretos e indiretos da renda familiar per capita na família de origem dos estudantes e sua combinação com cor/raça na transição para o ensino superior; e (ii) medir até que ponto os alunos com origens privilegiadas e de diferentes grupos raciais são capazes de compensar baixos desempenhos acadêmicos. Nossos dados derivam de um painel de egressos do ensino médio acompanhados entre 2012 e 2017; através deles podemos descrever as nossas principais descobertas. Primeiramente, a probabilidade de ingressar no ensino superior é sempre maior entre os candidatos de maior renda. Em segundo lugar, há uma convergência notável nas probabilidades de admissão ao longo da escala de desempenho. Em terceiro, a curva de admissão é muito mais íngreme entre os candidatos cujas famílias tem menor renda. Esses são sinais de vantagens compensatórias, indicando que o trajeto de indivíduos de origem mais favorecida economicamente depende menos de seus resultados educacionais anteriores. Sugerimos que os alunos provenientes de famílias com maior renda possivelmente são beneficiados por estratégias opcionais de entrada, como o pagamento de mensalidades em faculdades particulares menos competitivas. No entanto, quando se trata de candidatos de renda baixa, a principal alternativa para ingressar no ensino superior é por meio do alto desempenho acadêmico. Portanto, aqueles com baixa origem socioeconômica têm maior bônus por seu desempenho acadêmico, mas em contrapartida maior ônus quando não alcançam um desempenho suficiente.

Note: Downloadable document in Portuguese.

Keywords: Educação superior, Estratificação educacional, Interseccionalidade, Relações étnico-raciais

JEL Classification: 124

Suggested Citation

Carvalhaes, Flavio and Senkevics, Adriano and Costa Ribeiro, Carlos, A interseção entre renda, raça e desempenho acadêmico no acesso ao ensino superior brasileiro (March 23, 2022). Available at SSRN: https://ssrn.com/abstract=4066477

Flavio Carvalhaes (Contact Author)

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Av. Pedro Calmon, 550
Cidade Universitária, Ilha do Fundão
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro 21941901
Brazil
+552139389600 (Phone)

Adriano Senkevics

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ( email )

Setor de Rádio e TV Sul, 701, quadra 3, bloco M
Brasília, DF 70340-909
Brazil

Carlos Costa Ribeiro

Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) ( email )

Rua Tonelero, 380 apt. 804
Copacabana, 22030-000
Brazil

Do you have a job opening that you would like to promote on SSRN?

Paper statistics

Downloads
286
Abstract Views
1,573
PlumX Metrics